sábado, 3 de outubro de 2009

OUTUBRO: MÊS 10

O Cine Vila Rica, agora conduzido pela Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) através do ComCine - Comitê de Cinema da UFOP, continua com suas atividades do segundo semestre de 2009 com uma seleção de filmes diversificada para os mais variados admiradores da sétima arte:

 

OUTUBRO: MÊS 10

 

Sessões com o melhor do cinema mundial, todos os dias às sete da noite, com sessões especiais nos sábados e domingos às cinco da tarde: nos sábados, curtas-metragens; nos domingos, sessão infantil. Filmes de diversos gêneros e estilos, com entrada gratuita!

 

 

E no ICHS – Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFOP, em Mariana, uma mostra especial para o Ano da França no Brasil, homenageando o movimento artístico do cinema francês intitulado Nouvelle Vague. Filmes que são, talvez, os menos revisitados deste movimento, no entanto que não apagam a genialidade desses diretores. Esta mostra também tem entrada franca.

 

 

Confira:

 

CINE VILA RICA

 

         :  sexta 2  :  domingo 4  : 

         19:00  ::  CASSINO (de Martin Scorsese)

 

         :  sábado 3  : 

         17:00  ::  HISTÓRIAS DO CINEMA BRASILEIRO (seleção de curtas-metragens)

 

         :  sábado 3  :  terça 6  :

         19:00  ::  OPERAÇÃO FRANÇA (de William Friedkin)

 

         :  domingo 4  :

         17:00  ::  CASTELO RÁ-TIM-BUM, O FILME – sessão infantil

 

         :  segunda 5  :  quarta 7  : 

         19:00  ::  O PRISIONEIRO DA GRADE DE FERRO (de Paulo Sacramento)

 

         :  quinta 8  :  terça 13  : 

         19:00  ::  O CHEIRO DO RALO (de Heitor Dhalia)

 

         :  sexta 9  :  quarta 14  :

         19:00  ::  VALSA COM BASHIR (de Ari Folman)

 

         :  quinta 15  :  sábado 17  :

         19:00  ::  O CORINTIANO (com Mazzaropi)

 

         :  sexta 16  :  domingo 18  : 

         19:00  ::  A MOSCA (de David Cronenberg)

 

         :  sábado 17  :

         17:00  ::  OLHARES FEMININOS (seleção de curtas-metragens)

 

         :  domingo 18  : 

         17:00  ::  WALLACE & GROMITT EM A BATALHA DOS VEGETAIS – sessão infantil

 

 

ICHS/UFOP - MARIANA

 

        /  segunda 5  \

        19:00  ..  CLÉO DE 5 À 7 (de Agnes Varda)

 

        /  segunda 19  \

        19:00  ..  A CARREIRA DE SUZANNE (de Eric Rohmer)

 

        /  terça  20  \

        19:00  ..  BAND À PART (de Jean-Luc Godard)

 

        /  segunda 26  \

        19:00  ..  A MÃE E A PUTA – Parte 1 (de Jean Eustache)

 

        /  terça 27  \

        19:00  ..  A MÃE E A PUTA – Parte 2 (de Jean Eustache)

 

 

 

 

Informações:

 

 

CINE VILA RICA:

 

 

::  CASSINO

 

De Martin Scorsese

EUA, 1995, ficção (policial), cor, 178 minutos, 18 anos.

 

Muitas luzes, glamour, roletas delirantes e mãos ágeis no carteado formam este ambicioso painel da Las Vegas dos anos 70, antes do advento das grandes corporações, quando a Máfia ainda era responsável pelo jogo. Sam "Ace" Rothstein é um diretor de cassino com um passado duvidoso que acaba se envolvendo com a bela Ginger McKenna, uma prostituta de alta classe, que por sua vez é capaz de persuadir qualquer um - exceto seu cafetão. Mas tão logo Sam se dê conta disso, os erros do gângster Nicky Santoro e as crises de Ginger poderão colocar seus negócios a perder. Com Robert De Niro, Sharon Stone e Joe Pesci no elenco.

 

Exibição nos dias 2 (sex) : 4 (dom)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

.:  HISTÓRIAS DO CINEMA BRASILEIRO – curtas-metragens

 

Fazer cinema no Brasil não é para qualquer pessoa. Desde as dificuldades de colocar seu projeto de pé ao problema de fazê-lo chegar a seu público, a atividade cinematográfica nacional sempre foi marcada pelas peripécias e perseveranças típicas de uma trajetória incerta, porém cheia de grandes momentos e superações. Os curtas presentes nessa coletânea contam algumas dessas histórias, sejam elas de figuras reais de importância histórica inegável (Mário Peixoto, em O homem do morcego; Roberto Santos, em Roberto), passando pelas desventuras de um anti-herói contemporâneo (Simião Martiniano), e finalmente chegando à ficção, seja ela baseada em fatos reais (Como se morre no cinema) ou em lembranças de uma vida nos cinemas do interior (O astista contra o caba do mal). Em todos eles, vemos o fazer cinematográfico de maneira que só poderia existir no Brasil.

 

          .: CINE HOLIÚDY – O ASTISTA CONTRA O CABA DO MAL

             De Halder Gomes, CE, 2004, 15 minutos, livre.

 

          .: COMO SE MORRE NO CINEMA

             De Luelane Loiola Corrêa, RJ, 2000, 20 minutos, livre.

 

          .: O HOMEM DO MORCEGO

             De Ruy Solberg, RJ, 1980, 17 minutos, livre.

 

          .: ROBERTO

             De Amilcar Monteiro Claro, SP, 1994, 17 minutos, livre.

 

          .: SIMIÃO MARTINIANO, O CAMELÔ DO CINEMA

             De Clara Angélica e Hilton Lacerda, PE, 1998, 14 minutos, livre.

 

 

Exibição no dia 3 (sáb)

17:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  OPERAÇÃO FRANÇA

 

De William Friedkin

EUA, 1971, ficção (policial), cor, 104 minutos, 14 anos.

 

Os detetives de Nova Iorque, "Popeye" Doyle e Buddy Russo tentam desmantelar uma rede de tráfego de narcóticos e acabam por descobrir a Operação França. Mas, quando um dos criminosos tenta matar Doyle, ele inicia uma perseguição mortal que o leva muito além dos limites da cidade. Baseado em uma história real, este suspense repleto de ação, com sua famosa cena de perseguição, ganhou cinco prêmios Oscar, em 1971, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator para Hackman. Com Gene Hackman, Roy Scheider, entre outros.

 

Exibição nos dias 3 (sáb) : 6 (ter)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  CASTELO RÁ-TIM-BUM, o filme

 

De Cao Hamburguer

Brasil, 1999, ficção (infantil), cor, 105 minutos, livre.

 

Inspirado na série de TV que encantou gerações, o filme conta a história de Nino, um menino de 300 anos que mora em um castelo suntuoso e mágico com seus tios feiticeiros. Nino se acha diferente das outras crianças, e por isso sonha em ter amigos e poder brincar como uma criança normal. Mas quando descobre que sua família está em perigo, sai em busca de ajuda para salvar o Castelo. Marco do cinema infantil brasileiro, é um filme lúdico e envolvente capaz de divertir ainda várias gerações.

 

Exibição no dia 4 (dom)

17:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  O PRISIONEIRO DA GRADE DE FERRO, auto-retratos

 

De Paulo Sacramento

Brasil, 2004, documentário, cor, 123 minutos, 16 anos.

 

O sistema carcerário brasileiro visto de dentro: um ano antes da desativação da Casa de detenção do Carandiru, detentos aprendem a utilizar câmeras de vídeo e documentam o cotidiano do maior presídio da América Latina.

 

Exibição nos dias 5 (seg) : 7 (qua)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  O CHEIRO DO RALO

 

De Heitor Dhalia

Brasil, 2007, ficção, cor, 100 minutos, 14 anos.

 

Lourenço (Selton Mello) é o dono de uma loja que compra objetos usados e acaba desenvolvendo um jogo perverso com seus clientes. Ele troca a frieza da compra pelo prazer que sente em explorar as pessoas nesse momento de necessidade financeira. E vê o mundo como um lugar onde as pessoas, assim como os objeto, estão à venda por um preço vil. Mas esse processo é ameaçado quando ele é obrigado a se relacionar usando uma moeda que desconhece: o afeto. E seu mundo interior entra em choque code forma definitiva com a realidade. Perturbado pelo fedorento cheiro do ralo de sua loja, ele é confrontado com o universo e os personagens que julgava controlar. Isso o obriga a uma reavaliação de sua visão de mundo e o conduz a um trágico desfecho. De certo modo, sua coleção de tipos se volta contra ele.

 

Exibição nos dias 8 (qui) : 13 (ter)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  VALSA COM BASHIR

 

De Ari Folman

Israel, 2008, animação (drama), cor, 90 minutos, 14 anos.

 

Depois de conversar com um amigo sobre a participação deles na Guerra do Líbano no começo da década de 80, o diretor Ari se dá conta de que há uma grande lacuna na sua memória referente àquela época. Ele resolve, então, sair em busca de seus ex-companheiros de exército israelense para reconstruir o que viveram e o que realmente aconteceu naquele período de tempo. Cada conversa lhe traz novas lembranças e imagens do horror que vivera. Feito todo em animação, é um filme que encontra uma forma interessante de relatar massacres e crueldades de conflitos no Oriente Médio. Tema extremamente forte, tratado com sobriedade e com um final chocante.

 

Exibição nos dias 9 (sex) : 14 (qua)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  O CORINTIANO

 

De Milton Amaral

Brasil, 1966, comédia, p&b, 100 minutos, 10 anos.

 

Comédia protagonizada pelo grande ator brasileiro Mazzaropi, o filme narra a paixão do brasileiro pelo futebol e a rivalidade histórica entre Corinthians e Palmeiras. Aqui Mazzaropi é 'Seu' Manuel, barbeiro fanático pelo Corinthians, capaz de loucuras: andar com um burro preto-e-branco, bater boca com torcedores de times rivais, fazer promessas malucas, orações, sofrer e xingar na arquibancada.

 

Exibição no dia 15 (qui) : 17 (sáb)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  A MOSCA

 

De David Cronenberg

EUA, 1986, ficção científica, cor, 100 minutos, livre.

 

Ao testar sua recentemente criada máquina de teletransporte, um cientista acidentalmente deixa entrar uma mosca na câmara. Quando é mais uma vez materializado, seu corpo passa a sofrer transformações genéticas irreversíveis. Com Jeff Goldblum e Gena Davis no elenco. Vencedor do Oscar de Melhor Maquiagem.

 

Exibição nos dias 16 (sex) : 18 (dom)

19:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

.:  OLHARES FEMININOS – curtas-metragens

 

A diversidade da condição feminina em seis diferentes olhares de mulheres cineastas compõe este programa. Com a sensibilidade que marcaria a carreira posterior de sua realizadora, a cineasta Laís Bodanzky, o premiado "Cartão Vermelho" acompanha a manifestação da sexualidade de uma menina, jogadora no futebol de várzea. Exibido no Festival de Cannes, o engenhoso "Três Minutos", de Ana Luiza Azevedo, trata de decisões que podem mudar nossa vida. A sexualidade é protagonista também de Messalina, de Cristiane Oliveira – com a particularidade de a protagonista ser deficiente visual. Na animação "Desventuras de Um Dia, ou A Vida Não é Um Comercial de Margarina", de Adriana Meirelles, um estressante dia de trabalho ganha redenção através do amor. Uma jovem mãe tem as agruras de um duro cotidiano compensadas através do contato com sua filha em "Dalva", de Caroline Leone. Encerrando o programa, "Estória Alegre", de Cláudia Pucci, é baseado em texto de Anton Tchecov e retrata uma situação de risco com desfecho extremamente prazeroso.

 

          .: MESSALINA

             De Cristiane Oliveira, RS, 2004, 14 minutos, 14 anos.

 

          .: 3 MINUTOS

            De Ana Luiza Azevedo, RS, 1999, 6 minutos, livre.

 

          .: CARTÃO VERMELHO

             De Laís Bodanzky, SP, 1994, 14 minutos, 12 anos.

 

          .: DALVA

             De Caroline Leone, SP, 2004, 10 minutos, classificação desconhecida.

 

          .: DESVENTURAS DE UM DIA ou A VIDA NÃO É UM COMERCIAL DE MARGARINA...

             De Adriana Meirelles, SP, 2004, 10 minutos, livre.

 

          .: ESTÓRIA ALEGRE

             De Claudia Pucci, SP, 2002, 9 minutos, livre.

 

 

Exibição no dia 17 (sáb)

17:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

::  WALLACE E GROMIT em A BATALHA DOS VEGETAIS

 

De Nick Park e Steve Box

EUA, 2005, animação, cor, 84 minutos, livre.

 

Durante vários anos, Wallace e seu fiel cão Gromit mantêm um lucrativo e competente serviço de extermínio de pragas que estragam as hortas da cidade. E com a aproximação da competição anual dos vegetais gigantes, a população parece ficar mais histérica e os coelhos - a pior praga - mais famintos. A mais nova cliente de Wallace e Gromit é Lady Tottington, que contrata a empresa para capturar os coelhos que andam invadindo sua horta - mas ela não quer que os bichinhos sofram. Para piorar as coisas, surge uma fera enorme que aterroriza a todos: o terrível Coelhosomem, que destrói todas as hortas sem dó, e coloca em risco a vida da cidade. É neste momento que aparece o esnobe Victor Quartermaine, um pretendente da Lady, que decide se intrometer e caçar o monstro. Porém, uma revelação inesperada poderá surpreender a todos. Principalmente a Wallace e Gromit.

 

Exibição no dia 18 (dom)

17:00 : cine vila rica : entrada gratuita

 

 

 

 

*********************************************

 

ICHS/UFOPMARIANA:

 

 

.. CLÉO DE 5 À 7

 

De Agnes Varda

França, 1962, ficção (drama), p&b, 90 minutos.

 

Cléo, bela e cantora, espera o resultado de seus exames médicos. Da superstição ao medo, da rua de Rivoli ao Café do Domo, da frivolidade à angustia, de sua casa ao Parque Montsouris, Cléo vive 90 minutos únicos: seu amante, seu compositor, uma amiga modelo e um soldado de partida para Argélia lhe abrem os olhos para o mundo.

 

Data: 05 de outubro, segunda-feira

Horário: 19:00

Local: Auditório do ICHS - Mariana

Entrada gratuita

 

 

 

.. A CARREIRA DE SUZANNE

 

De Eric Rohmer

França, 1963, ficção (drama), p&b, 54 minutos.

 

Bertrand e Guillaume são universitários em Paris. Guillaume se aproveita de Suzanne, uma jovem inocente, o que faz com que Bertrand despreze ambos: ele por se aproveitar, ela por se deixar enganar. Bertrand começa a desconfiar que Suzanne está interessada nele, mas ele sente-se atraído por Sophie, que não lhe dá a menor atenção.

 

Data: 19 de outubro, segunda-feira

Horário: 19:00

Local: Auditório do ICHS - Mariana

Entrada gratuita

 

 

 

.. BAND À PART

 

De Jean-luc Godard

França, 1964, ficção (drama), p&b, 97 minutos.

 

Adaptado do romance policial americano "Fool's Gold", Bande à Part acompanha as peripécias de uma moça e dois rapazes que, enquanto flertam entre si, preparam um grande golpe cujas conseqüências pouco a pouco se anunciam como trágicas. O filme reúne algumas das seqüências mais famosas da filmografia de Godard, como a corrida pelas salas do Museu do Louvre, em Paris, e tem o mesmo frescor das primeiras grandes obras-primas do diretor.

 

Data: 20 de outubro, terça-feira

Horário: 19:00

Local: Auditório do ICHS - Mariana

Entrada gratuita

 

 

 

.. A MÃE E A PUTA

 

De Jean Eustache

França, 1973, ficção (drama), p&b, 212 minutos.

 

Jean-Pierre Léaud interpreta Alexandre, um homem ocioso, cuja vida oscila entre os cafés parisienses, os livros, as conversas com amigos intelectuais, as conquistas de novas mulheres e o dia a dia com a sua amante de meia idade. Alexandre não tem nada, não precisa de ter nada... Vive uma vida de galã, talvez pelo fato de ter perdido o grande amor, com quem coabitou durante alguns anos. A sua companheira é quem o sustenta e quem lhe dá guarida. Não são propriamente um casal e as suas vidas estão envoltas pela sombra da infidelidade, por vezes confessada abertamente, sem complexos aparentes.

 

* Filme dividido em duas partes, com legendas sobrepostas em Português.

 

Data: 26 de outubro, segunda-feira - PARTE 1

Data: 27 de outubro, terça-feira - PARTE 2

 

Horário: 19:00

Local: Auditório do ICHS – Mariana

 

Entrada gratuita

 

 

 

comcine@ufop.br

 

2 comentários:

Tenorious disse...

programação bacana, bacana! só faltou o do godard em ouro preto, HEIM! hehe
abraços

Daniela Gomes disse...

Eu pensei isso... mas vale a passagem até Mariana!